quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Revisão do conteúdo do 4º bimestre 2012


M ou N antes de consoantes
·        Escreva “M” antes das consoantes “P” e “B”: campo, bomba.
·        Escreva “N” antes das outras consoantes: cinto, pinguim, injeção, calendário.

“Z” ou “S”
Para a prova final procure se lembrar das seguintes regras:
·        As palavras que expressão a origem de algo ou um título de nobreza, são escritas com “S”: portuguesa, princesa.
·        Se uma palavra não tem “S” e eu quero formar outra palavra a partir dela, essa nova palavra também não terá “S”, terá “Z”. Por Exemplo:
Gif Informatico·        Escola não tem “S”, logo escolarizar também não tem.
·        Pesquisa tem “S”, logo pesquisar também tem.
·        Pobre não tem “S”, logo pobreza também não tem.
·        Café não tem “S”, logo cafezinho também não tem.
·        Rosa tem “S”, logo rosinha também tem.




Tipos de sujeito

·        Sujeito é o elemento sobre o qual se fala na frase, e ao qual o verbo se refere.
·        Núcleo do sujeito é a parte mais importante dele.


·        Sujeito simples só tem um núcleo: O garoto conseguiu tirar uma boa nota na prova.
·        Sujeito composto tem dois ou mais núcleos: Pedro e Laís conseguiram tirar notas boas na prova.
·        Sujeito indeterminado ocorre quando não é possível identificar uma palavra que representa o sujeito: Disseram que você iria faltar hoje. (Quem disse? Eles, elas, as pessoas...?)
·        Sujeito simples oculto ocorre quando identificamos o sujeito através do verbo: Tirei uma boa nota na prova. (eu tirei = sujeito eu).

Oração sem sujeito
Ocorre quando:
·        O verbo é um fenômeno da natureza. Choveu muito essa semana.
·        Com o verbo haver no sentido de existir ou acontecer. Não há muitos alunos de recuperação esse ano.
·        Com verbo ser, estar, fazer e haver indicando tempo. Faz dez anos que não nos vemos.

Concordância verbal
Basicamente devemos combinar a conjugação do verbo com o sujeito da frase.

·        O fazendeiro compareceu à reunião.
·        O fazendeiro e a filha compareceram à reunião.
·        Eu compareci à reunião.


Concordância nominal
Basicamente devemos combinar todos os elementos acessórios com o substantivo a que se referem.
Seus dois olhinhos verdes e meigos olhavam-me com ternura.
Atenção:
·        Meio no sentido de “um pouco” nunca fica no feminino.
·        Não existe a palavra “menos”.
·        “É proibido”, “é necessário”, “é preciso” só ficam no feminino se o substantivo ao qual se referem estiver acompanhado de um artigo ou pronome: a, uma, aquela, essa.
·        É proibida a entrada de animais.
·        Proibido entrada de animais.


Pontuação
·        Quanto á pontuação, lembre-se de que toda vez que um personagem diferente da história vai falar você deve colocar um travessão.
·        Para saber quando usar vírgula sem decorar uma série de regras, faça a leitura do texto prestando atenção nas partes em que você faz uma pequena pausa sem quebrar o sentido da frase. Nessas partes provavelmente há uma vírgula.

Crase = (à)
Use crase quando:
·        O “à” puder ser substituído por “ao” trocando o elemento feminino por um masculino.
·        O “à” puder ser substituído por “para a”.
·        O “à” estiver em expressões de tempo, modo, lugar e intensidade.
Não use crase:
·        Antes de verbos.
·        Antes de palavras masculinas.
·        Entre palavras repetidas.

Sentido literal e figurado
·        Sentido literal é o real, simples, comum, sem interpretação.
·        Sentido figurado é o sentido diferente do normal, do comum, precisa ser interpretado.

Figuras de linguagem
·        Metáfora: usa o sentido figurado para explicar alguma coisa.
·        Eufemismo: usar uma expressão menos dura, forte, triste ou grosseira para amenizar, suavizar a situação.
·        Personificação: atribuir sentimentos, características ou ações humanas a elementos não humanos.
·        Hipérbole: usar um exagero para explicar algo.
·        Onomatopeia: representar um som por meio de palavras.
·        Pleonasmo: repetir uma ideia numa mesma frase ou expressão com palavras diferentes.
·        Sinestesia: misturar em uma frase ou expressão diferentes sentidos: tato, olfato, paladar, visão ou audição.
·        Antítese: confrontar duas ideias contrárias.
·        Paradoxo: colocar juntas duas ideias contrárias gerando uma lógica quase inimaginável.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...