terça-feira, 13 de novembro de 2012

Experiências científicas na aula de Português?


Plano de aula

Rita de Cássia Vasconcelos            Língua Portuguesa
Escola Estadual Coronel Oscar Prados       Setembro de 2012
São Gotardo - MG
Turma: 9º ano 05              Duração: 6 aulas

Tema: O discurso expositivo, a Referenciação segundo as normas da ABNT e paragrafação.

Justificativa: O objetivo do ensino de Língua Portuguesa é formar cidadão capazes de compreender o que ouvem ou leem, refletir e posicionar criticamente diante dessa leitura, e se expressar adequadamente de acordo com a situação de comunicação, interagindo e intervindo no mundo por meio da linguagem. Para isso, toma-se como objeto de estudo a manifestação concreta da linguagem, ou seja, o TEXTO, e busca-se levar o aluno a  compreender, refletir e produzir textos em diferentes gêneros. Pensando nisso, o objetivo deste projeto é estudar diversos gêneros textuais que utilizam o discurso expositivo. Nesta parte do projeto será focalizado o gênero textual “Relatório de experiência científica.


Objetivos:

·         Compreender o que é, qual a função e como se estrutura um “Relatório de experiência científica”.
·         Aprender o que é ABNT, qual sua função, quais são as suas principais normas quanto à Formatação e à Referenciação bibliográfica em de trabalho acadêmicos.
·         Estimular a pesquisa como forma de adquirir conhecimento autonomamente.
·         Promover a realização de trabalho em grupo para estimular a cooperação; a divisão de tarefas; a capacidade de assumir, lidar e se submeter à liderança, e a habilidade em resolver situações problema.
·         Encantar e motivar o aluno através da realização de atividades práticas (experiências científicas) que despertam sua curiosidade.
·         Levar o aluno a compreender que a necessidade da utilização adequada da linguagem vai muito além das aulas de Língua Portuguesa.
·         Produzir, com base nos conhecimentos adquiridos, textos no gênero “Relatório de experiência científica”.
·         Utilizar a paragrafação como recurso para estruturar o texto expositivo de maneira mais clara e coerente.

Estratégias:

1.      Aula expositiva sobre as normas de Formatação e Referenciação bibliográfica segundo a ABNT e realização de exercícios de referenciação de diferentes materiais: revistas, jornais, sites, livros didáticos, livros literários.
2.      Aula expositiva sobre o gênero textual “Relatório de experiência científica: tipo de discurso predominante (expositivo), função, estrutura.
3.      Produção de texto coletivo no gênero trabalho após a realização (pela professora) de uma experiência científica sobre pressão atmosférica, vácuo e combustão. (Experiência da vela).
4.      Divisão da turma em 4 grupos e explicação sobre como deverá ser feita a parte escrita e a parte oral do trabalho:“Relatório de Experiência científica”.
5.      Apresentação do trabalho e entrega dos relatórios.

Avaliação:
·         Correção do exercícios de referenciação bibliográfica.
·         Participação durante a produção do relatório coletivo sobre a experiência da vela.
·         Correção do relatório do trabalho.
·         Avaliação da apresentação do trabalho.



Avaliação sobre os resultados do trabalho

Considero que os objetivos desse projeto foram parcialmente alcançados, contudo, de forma geral o resultado foi positivo.
Os alunos demonstraram ter compreendido o que é e qual a função de um Relatório de experiência científica, pois conseguiram utilizar, em seus trabalhos, de forma adequada, a estrutura e a linguagem inerentes ao gênero. No entanto observou-se a presença de alguns traços de oralidade que descaracterizam o gênero. Esse fato é absolutamente aceitável, tendo em vista que os autores são alunos, e que, portanto, estão em processo de aprendizagem.
Além disso, houve bastante dificuldade na divisão dos parágrafos, o que não prejudicou o entendimento do texto, pois os alunos seguiram corretamente a ordem em que as informações devem aparecer em um relatório. No entanto, essa dificuldade em paragrafar demonstrou a necessidade de continuar trabalhando com o tema.
Quanto à utilização das normas da ABNT, no que diz respeito á formatação do trabalho, os objetivos foram plenamente alcançados. No entanto, alguns grupos tiveram dificuldades em fazer a referência às suas fontes de pesquisa para a realização do trabalho, o que me surpreendeu, pois o mesmo não havia acontecido durante o exercício em sala de aula. Acredito que os alunos não compreenderam a relevância de se apresentar as fontes de pesquisa.
Todos os grupos apresentaram o trabalho, mas alguns integrantes de um dos grupos se desentenderam com os colegas e acabaram não participando da realização do trabalho. Isso revela a necessidade de se trabalhar a capacidade de resolver situações problema, administrar crises, lidar com divergências de opinião e com a liderança dentro de um grupo.
A parte mais positiva desse projeto foi ver que os alunos, se empenharam verdadeiramente para realizar um trabalho bom. Eles pesquisaram tanto em sites, quanto em livros; buscaram ajuda; pediram mais prazo para pesquisar direito; ficaram interessados e entusiasmados durante as semanas anteriores à apresentação, que por sinal foi ótima. Um dos alunos, inclusive, se revelou um verdadeiro líder: coordenou seu grupo, dividiu tarefas, foi firme sem ser arrogante. Seu nome é Gustavo Gonçalves e disse a frase que mais marcou durante esse projeto: “Eu não quero fazer uma experiência mixuruca não! A nossa tem que ser uma coisa ‘abalante”. (risos)
Todas as experiências foram interessantes e bem realizadas. Uma delas acabou não dando certo o começo, mas os alunos continuaram tentando, uma vez que erros, e novas tentativas fazem parte tanto do universo dos cientistas, quanto do universo dos aprendizes.
Acredito que os alunos focaram mais na realização da experiência e deixaram um pouco a desejar na explicação dos fenômenos durante a apresentação e também na produção do relatório.
Apesar das ressalvas o esse projeto foi muito proveitoso, pois serviu para motivar os alunos, fazê-los olhar com olhos mais receptivos as aulas de Português e também acabou aproximando afetivamente um pouco mais os alunos e a professora.

São Gotardo, 12 de novembro de 2012.

Rita de Cássia Vasconcelos




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...